Search

Projeto de reabilitação e transformação de T1 em T2

Updated: Sep 10

Na Rima Design desenvolvemos vários tipos de projetos, uns mais complexos e desafiantes do que outros. Por vezes, os nossos projetos mais impactantes são os de reabilitação de interiores, como é o caso deste último, que consistiu na reabilitação e arquitetura de interiores de um apartamento T1 com 52m2, na Trafaria, e a sua transformação em T2.

Apesar das condições razoáveis em que o apartamento se encontrava, o espaço não estava organizado da melhor forma, o que originou áreas mal aproveitadas e com pouca luz natural. Os objectivos principais eram, assim, rentabilizar o espaço convertendo o apartamento num T2, bem como trazer mais luz natural a todas as suas áreas.



Antes da reabilitação


Inicialmente, o espaço estava organizado de forma incogitada e pouco prática, sendo constituído por um quarto com varanda, uma casa de banho, uma sala, uma cozinha e uma segunda varanda com acesso pela sala. A entrada da casa era confusa e apertada, com acesso a quatro portas e um pequeno roupeiro, cuja arrumação era também ela pouco útil. O facto de ter tantas portas tornava esta divisão pouco estética e impedia a passagem de luz natural. Por último, além do espaço mal aproveitado nas varandas, a única instalação sanitária existente estava localizada no centro do apartamento, prejudicando todo o potencial do layout e impedindo o aproveitamento dos espaços à sua volta.



No entanto, e para além do layout, existiam outras questões fulcrais que teríamos de solucionar, tais como:


- Treliças nas varandas em mau estado e totalmente visíveis do interior;

- Pavimento de pouca qualidade e diferente nas várias divisões;

- Cozinha muito antiga;

- Caixilharia antiga , pouco eficiente em termos energéticos e de isolamento, e diferente também nas várias divisões;

- Equipamentos da casa de banho datados e em mau estado.


Em suma, o nosso desafio envolvia três pontos fundamentais:


- Selecionar acabamentos e equipamentos que ajudem a aumentar a luminosidade e a modernizar (o aspeto fresco do) apartamento;

- Implementar o mesmo pavimento em todo o open space para aumentar a sensação de espaço e amplitude;

- Criar mais uma divisão aproveitando os espaços das varandas para apoiar o crescimento das divisões realmente necessárias.




Layout proposto no projecto


Ao pensar num novo layout, o nosso principal objetivo era criar um segundo quarto, mas também manter áreas agradáveis e espaçosas que sabíamos que o apartamento podia oferecer. Para trazermos mais luz e aumentarmos a sensação de espaço, decidimos apostar num open space; no entanto, tínhamos de eliminar o problema da casa de banho no centro da casa, que, enquanto existisse, impedia qualquer alteração significativa no layout. A solução foi aproveitar uma das varandas para criar uma nova casa de banho, eliminando a instalação sanitária que havia no centro do apartamento, e tornando a planta mais ampla e fluída. A entrada deixou, assim, de ter paredes obstantes e passámos a entrar diretamente no open space. Como a sala avançou para o centro do apartamento, ganhámos espaço para criar um segundo quarto, tal como pretendíamos, e aproveitámos a marquise existente para ajudar o quarto a crescer. Conseguimos ainda espaço para criar uma despensa de apoio à cozinha, onde antigamente existia uma varanda, que além da sua utilidade contribui para o aspeto harmonioso do open space, uma vez que abriga os eletrodomésticos maiores, como o frigorífico, a máquina de lavar roupa e o termo-acumulador.


A cozinha, com duas janelas, ficou sem armários superiores para garantir um melhor enquadramento no open space, oferecendo mais espaço para bonitas decorações de parede.


Acabamentos da obra


Enquanto a nível de arquitetura a nossa missão focava-se na reorganização e rentabilização do espaço, para os acabamentos a prioridade foi a resistência e durabilidade dos materiais. No pavimento, optámos por um vinil flutuante que garante um acabamento com aspeto natural de madeira e é altamente resistente. Este fator é crucial para um apartamento destinado ao aluguer, mas a escolha deste material permitiu-nos também colocar o mesmo pavimento em todo o open space e não dividir a cozinha, pois isso faz com que o espaço pareça mais pequeno.

Nas paredes da cozinha, optámos por azulejos brancos que reforçam a luminosidade do apartamento; já os móveis, feitos por medida, são num tom de grão, para fugir ao branco frio e manter o contraste com a pedra de granito preto, altamente resistente.



Em suma, para apartamentos cujo objetivo é a rentabilização e valorização, como acontece em imóveis destinados à venda ou aluguer, é extremamente importante assegurar dois pontos essenciais: a resistência e durabilidade dos materiais e a harmonia dos mesmos com o layout implementado, para tornar o apartamento mais apelativo. Esta combinação é fundamental para conseguir um resultado de qualidade e um aspeto moderno, fatores que são muito apreciados por potenciais clientes e que contribuem para a valorização do imóvel. No entanto, para alcançar estes objetivos, é necessária uma extensa análise e planeamento, pelo que recomendamos sempre que se recorra a um atelier especializado neste tipo de reabilitações.

Descubram todas as imagens dos nossos projetos aqui e não hesitem em contactar-nos para reabilitar ou decorar a vossa casa :)

117 views

RIMA DESIGN

sobre nós

Na Rima Design criamos experiências únicas através de espaços exclusivos e funcionais. Distinguimo-nos por um design minimalista que acompanha as mais recentes e inovadoras tendências da indústria. O nosso foco são os nossos clientes e os seus objetivos, adaptamo-nos a cada projeto – seja remodelar uma cozinha ou reorganizar um escritório.

ENTRE EM CONTACTO

E: geral@rimadesign.pt

  • LinkedIn Rima Design
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Pinterest Icon
  • Grey Instagram Icon

copyright © 2020 Rima Design