Decoração, Inspiração

5 Ideias Eco-friendly para Decorar a Casa

A decoração da casa é um reflexo do seu gosto pessoal e dos seus princípios no dia-a-dia. Se assumir um estilo de vida mais sustentável é importante para si – como o é para nós – pode apostar em decorações naturais, recicladas e eticamente responsáveis para trazer conforto à casa, tornando-a ainda mais sua. Esta escolha exige um cuidado especial com os materiais escolhidos e as lojas onde pode procurar os elementos decorativos para a sua casa. Neste artigo descobrimos mais sobre o design sustentável e exploramos algumas ideias para decorar a casa de uma forma mais “verde” e eco-friendly.

 @bencalleryarchitects

 

O que é o design sustentável?

O design de interiores sustentável tem por base um conceito de decoração eco-friendly, ou seja, uma consciência ética e ecológica de uso de materiais naturais e produtos manufaturados, bem como de reutilização. O principal objetivo é eliminar o impacto ambiental da decoração através de um maior recurso à natureza e à reciclagem dos materiais. Decorar a casa à luz dos princípios do design eco-friendly envolve uma seleção cuidada de materiais não prejudiciais ao ambiente – naturais, biodegradáveis ou recicláveis – e uma visão de longo prazo, baseada em valores éticos, que caminhe para uma decoração verdadeiramente zero waste.

Esta visão de sustentabilidade na decoração promove um melhor usufruto da casa, apostando apenas em elementos essenciais e com utilidade para quem nela vive e busca conforto. É, por isso, uma inspiração para a decoração estilo escandinavo: minimalista, simples e prática, sem elementos desnecessários.

 
@marniehawson

 

Materiais e Lojas Eco-Friendly

Para uma decoração sustentável deve utilizar materiais naturais ou orgânicos. Algumas lojas espelham esta preocupação nos seus produtos, mas o ideal é procurar em mercados de rua e junto de produtores locais. Comprar em segunda mão é uma boa opção para reciclar materiais ou reutilizar as decorações que já ornamentaram outras casas antes da sua.

Entre os materiais, deve evitar os plásticos e, numa opção animal friendly, os produtos feitos em pele, pelo ou lã. Opte por decorações em madeira reciclada ou reutilizada, em barro, terracota ou bambu. Nos têxteis, aposte em fibras natural, preferencialmente orgânicas e de origem não animal, como o algodão, o bambu ou o cânhamo, que são materiais mais eco-friendly e mais duradouros do que os sintéticos.

O vidro é uma excelente alternativa ao plástico, por ser menos descartável e mais duradouro, acabando por compensar a longo prazo por isso mesmo. É ainda um material que pode ser infinitamente reciclado, causando um menor impacto ambiental.

Se quiser pintar a casa, opte por tintas com poucos compostos orgânicos voláteis, menos prejudiciais ao ambiente, ou por uma tinta totalmente não tóxica. Nas velas, a soja é uma alternativa à cera, por ser de origem vegetal, mais duradoura e sem toxinas. Quanto menos acabamentos químicos tiverem as decorações, mais sustentáveis serão.

As plantas são também uma decoração natural, simples e que traz vida à casa. Pode reciclar boiões para utilizar como vasos, por exemplo, criando assim um elemento eco-friendly a todos os níveis.

 
@geometricasustainabledesign

 

Peças de Decoração

Os produtos mais artesanais e únicos, com produção sustentável, são assim os ideais para uma decoração eco-friendly. Comecemos pela mobília: na Muuto encontra uma cómoda e uma estante de arrumação em madeira em módulos, para ajustar à sua medida. Na Boa Safra, marca portuguesa, pode escolher um cadeirão em freixo com acabamento em óleo 100% ecológico. O seu sofá merece uma almofada e o chão da sua casa um tapete, ambos com selo Rug & Weave e também com esta preocupação ecológica.

Na parede, opte por uns espelhos coloridos da Muuto e por uma decoração de parede em fibra de bananeira, da Women Craft. O IKEA tem muitas variedades de plantas naturais que pode escolher, mas sugerimos uma Alocasia Amazonica, com cores fortes e dimensão média. Pode depois colocá-la neste cesto de erva marinha da Rug & Weave ou pendurá-la neste cesto em folha de palmeira da Bohemia Design.

Outros produtos úteis para a decoração da casa são, por exemplo, uma moldura Bohemia Design, eticamente manufaturada; um candeeiro cilíndrico da marca portuguesa Musgo Design; e ainda uma garrafa de vidro com tampa de cortiça, da Muuto.

 

@melbourne.design.studios

 

DIY – Do it yourself

Reciclar materiais ou peças que tenha em casa para as transformar em decorações feitas por si é também uma opção muito eco-friendly para decorar os vários espaços do seu lar. Por um lado, reutiliza e poupa na compra de novas decorações; por outro, é uma forma de saber exatamente que materiais são utilizados e o impacto da sua produção.

As decorações DIY são peças únicas, verdadeiramente originais que tornam o seu espaço ainda mais pessoal. Alguns exemplos de peças DIY são tábuas de madeira reutilizadas como molduras para fotografias, boiões de vidro onde pode colocar velas ou luzes para decoração, peças em croché criadas por si e que pode pendurar nas paredes, entre muitas outras. Deixe a sua criatividade fluir e divirta-se a dar uma nova vida às suas peças de decoração!

 @kierastyleeditor

A transformação da sua casa para uma decoração mais eco-friendly não se faz de um dia para o outro, é um trabalho que deve ser feito aos poucos, uma divisão de cada vez. O mais importante é tomar consciência da vontade de mudar e ir gradualmente encontrando as decorações sustentáveis que melhor combinam com o seu gosto.

Um design de interiores mais sustentável pode ser uma forma de ajustar a casa à sua personalidade e de se sentir melhor no seu próprio ambiente. Na RIMA procuramos um equilíbrio que nos permita ser o mais sustentáveis possível em cada projeto. A sustentabilidade é o futuro da decoração e estamos prontos para enfrentar este desafio.

Imagem de capa: @trias.studio

Algumas das imagens utilizadas neste artigo não são da propriedade exclusiva da nossa empresa e são creditadas aos seus respectivos proprietários. Garantimos o devido reconhecimento aos detentores dos direitos autorais dessas imagens. Caso haja alguma preocupação sobre o uso de uma imagem específica, solicitamos que entre em contacto connosco para que possamos resolver a questão de forma adequada.